Pindobaçu: A CPAC (Companhia de Caatinga da Polícia Militar) chega à cidade - Guia Ponto Novo

Ads

Clique Aqui e conheça nosso Guia Comercial

Pindobaçu: A CPAC (Companhia de Caatinga da Polícia Militar) chega à cidade

Compartilhar

A CPAC (Companhia de Caatinga), que compõe a Tropa de Elite da Polícia Militar da Bahia, chegou à cidade de Pindobaçu logo após a decisão do prefeito Dr. Davi Menezes (PP) de não permitir a reabertura do comércio não essencial no município.

A ordem partiu do alto comando da PM da Bahia, depois dos desdobramentos da reunião entre comerciantes locais e a equipe da Prefeitura Municipal. A reunião foi encerrada entre protestos e ânimos exaltados e a notícia se espalhou por toda a região.

Os comerciantes de Pindobaçu anunciaram que vão abrir os estabelecimentos comerciais mesmo sem permissão.

Segundos informações obtidas com exclusividade pelo Guia Ponto Novo, se for preciso, até mesmo a RONDESP NORTE (Rondas Especiais), outro agrupamento de elite da PM da Bahia, instalada no município de Juazeiro, será enviada nesta quarta-feira (24/03) para conter rebeliões às ordens impostas pelo Governo do Estado.

Rondesp Juazeiro - Foto: Carlos Britto

A região enfrenta um momento turbulento, com as ocupações de leitos de UTI chegando a 100%, prestes a colapsar seu sistema de saúde e com pequenos e médios empresários beirando à falência.

Errata do site:

Segundo informações oriundas de membros da Polícia Militar da Bahia, o envio de tropas de elite à região não tem uma ligação direta com os acontecimentos na cidade de Pindobaçu na última terça-feira (23/03). O envio das forças da CPAC e RONDESP envolvem algo bem mais complexo nos municípios de Pindobaçu e Antônio Gonçalves. Não detalharemos para que isso não atrapalhe o trabalho da PM.

Até antes da publicação dessa matéria, todas as informações que nos foram passadas por essa mesma fonte jamais foram inconsistentes. Inclusive, muitas matérias do Guia Ponto Novo, de interesse público, que ganharam destaque na cidade e alcance em toda a região norte do estado, tiveram essa mesma fonte de informação. Acreditamos que houve um erro de interpretação por parte dessa e também nos responsabilizamos por termos transmitido ao público.

Publicamos a informação porque fizemos a cobertura da reunião entre o prefeito Dr. Davi Menezes e os empreendedores locais e, como havia o anúncio de que os comércios seriam abertos mesmo sem permissão, ficamos preocupados com um possível choque entre as forças especiais e os comerciantes pindobaçuenses e nos vimos na obrigação, como imprensa, de fazer o alerta.

Pedimos sinceras desculpas ao nossos leitores e simpatizantes pelo ocorrido, aos comerciantes, caso tenhamos assustado, ao prefeito Dr. Davi Menezes e sua equipe e, em especial, à toda a população pindobaçuense. Agradecemos aos militares que nos procuraram e foram extremamente solícitos conosco. 

A manchete e o do texto foram modificados para que os leitores, ao acessarem e lerem a errata, compreendam que as informações anteriores não procedem.

Samuel Novais: Redator do site Guia Ponto Novo

Guia Ponto Novo
Continue lendo mais notícias no site

Um comentário:

  1. Sr jornalista, onde nós localimos em pé de frente a prefeitura de pindodobaçu tinham guardas e polícias, nenhum deles teve que fazer nada, se você inventou ou lhes passaram essa notícia;são pessoas que querem denigrir a credibilidade do seu jornal!

    ResponderExcluir

Todo conteúdo dos comentários é de responsabilidade de seus autores.

Não pretendemos limitar a sua expressão de ideias, contudo não use o espaço de comentários como palanque para proselitismo político, calunioso, ideológico, religioso, difamatório, para praticar ou difundir posturas racistas, xenófobas, propagar ódio ou atacar seus desafetos. caso aconteça poderá ser removido à discrição da gestão do site.

Post Bottom Ad

Condomínio Sol Lar Chácaras em Ponto Novo
Grupo JV Empreendimentos Pindobaçu