Correios fazem leilão de 61 mil itens que não foram entregues aos destinatários - Guia Ponto Novo

Ads

Clique Aqui e conheça nosso Guia Comercial

Correios fazem leilão de 61 mil itens que não foram entregues aos destinatários

Compartilhar

Pregão ocorre na próxima segunda-feira (27), pela internet. Lista inclui roupas, livros, computadores e máquinas fotográficas; lances variam de R$ 1.303 a R$ 85.050.

Os Correios vão leiloar, na próxima segunda-feira (27), 61 mil itens que não puderam ser entregues aos destinatários ou foram devolvidos ao serviço de transporte de encomendas. A lista de produtos inclui roupas, livros, acessórios para carros e equipamentos eletrônicos (veja detalhes mais abaixo). Os lances iniciais variam de R$ 1.303 a R$ 85.050.

Para participar do pregão, os interessados devem se cadastrar na plataforma Licitações-e do Banco do Brasil. Após a conclusão dessa etapa, pessoas físicas e jurídicas conseguem enviar propostas de forma eletrônica para participar da disputa online.

O edital com todas as informações está disponível na plataforma Licitações-e, pelo nº 893602, e também na página de licitações dos Correios. Basta fazer a busca por modalidade "Licitações Correios Aberta" e escolher "São Paulo Metropolitana" na coluna "dependência".

Também é permitida a visitação presencial aos lotes. Os itens estão armazenados no bloco 1 do edifício dos Correios, em São Paulo, localizado na Rua Mergenthaler, 592. As visitas devem ser agendadas pelo telefone: (11) 4313-8150.

Lotes

Os objetos leiloados são classificados como refugos, ou seja, aqueles que não foram reclamados por destinatários ou remetentes e que o prazo de direito à reclamação prescreveu, de sete a 30 dias, a depender do objeto. As regras foram estabelecidas pelo Código de Defesa do Consumidor.

Segundo o chefe do departamento de infraestrutura dos Correios, Thiago Meireles, serão ofertados dez lotes, que são indivisíveis.

"Então, a pessoa que der lance a um lote é o lote todo, não serão aceitos lances para itens específicos", explica Thiago.

Itens à venda

Entre os bens disponíveis, o de maior volume e valor, segundo os Correios, é um lote de celulares, vendido junto com acessórios, como capas, carregadores, fones de ouvido e tripés. Além disso, há também:

  • Utensílios para casa: itens de decoração, de artesanato e antiguidades;
  • Roupas de cama, mesa e banho, além de camisetas, sapatos e bonés;
  • Câmera fotográfica;
  • Notebooks;
  • Impressoras;
  • Vídeo-games e jogos eletrônicos;
  • Artigos infantis: brinquedos, cadeirinhas para carros, carrinhos de bebê;
  • Acessórios para veículos: pneus de carros e motos, capacetes, ferramentas e rádios.
Os recursos arrecadados com o leilão, segundo os Correios, vão contribuir para que a empresa pública "amplie a capacidade de investimentos, resultando em melhorias nos serviços e produtos prestados aos clientes".


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo conteúdo dos comentários é de responsabilidade de seus autores.

Não pretendemos limitar a sua expressão de ideias, contudo não use o espaço de comentários como palanque para proselitismo político, calunioso, ideológico, religioso, difamatório, para praticar ou difundir posturas racistas, xenófobas, propagar ódio ou atacar seus desafetos. caso aconteça poderá ser removido à discrição da gestão do site.

Post Bottom Ad

Condomínio Sol Lar Chácaras em Ponto Novo
Grupo JV Empreendimentos Pindobaçu