Imperdível: a dica de série de hoje nos faz mergulhar no mundo dos autistas; leia na coluna de Thuanne Marinho - Guia Ponto Novo

Ads

Clique Aqui e conheça nosso Guia Comercial

Imperdível: a dica de série de hoje nos faz mergulhar no mundo dos autistas; leia na coluna de Thuanne Marinho

Compartilhar

Por Thuanne Marinho

Você se considera uma pessoa típica ou atípica?

A Netflix mais uma vez traz uma produção excepcional. A série Atypical, de 2017, não é, definitivamente, aquela série mais falada por todos nas redes sociais, nem a primeira a ser procurada no botão buscar. Mas por que indicar justamente essa série?

"Em Atypical, Sam Gardner (Keir Gilchrist) é um jovem autista de 18 anos que está em busca de sua própria independência – começando por arrumar uma namorada. Nesta jornada repleta de desafios, mas que rende algumas boas risadas, ele e sua família aprendem a lidar com as dificuldades da vida e descobrem que o significado de "ser um pessoa normal" não é tão óbvio assim.

Frase da série ATYPICAL - Imagem: Citando Séries

A criadora de "Atypical", Robia Rashid, teve a ideia de criar a série enquanto trabalhava numa emissora de TV. Sabendo que o número de pessoas diagnosticada com autismo aumenta a cada dia, ela achou interessante contar a história de um adolescente no espectro em busca de independência.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que há 70 milhões de pessoas com autismo em todo o mundo, sendo 2 milhões somente no Brasil. Então por que não vivenciarmos mais desse mundo? De acordo com o CDC (Centro de Controle de Doenças e Prevenção do governo dos EUA), estima-se que uma em cada 54 crianças apresenta traços de autismo.

Falado sobre estatísticas importantes sobre o assunto, voltemos ao tema da série.

De uma forma leve, divertida e tocante, Atypical traz o dia a dia de um adolescente autista descobrindo sobre como lidar com as pessoas que não sabem lidar com pessoas, sejam elas autistas ou não, aventurando-se no amor e com os desafios do fim da adolescência e a seriedade da nova fase adulta.

Falando assim pareço estar falando de todo adolescente, não? E sim, concordo contigo.

Assistir Atypical, assim como "The Good Doctor", na Globo Play (E já deixo aqui uma indicação extra), e buscar entender mais desse universo é incluir cada vez mais essa realidade ao nosso dia a dia. Precisamos dar mais voz aos transtornos existentes, assim como damos à nossa vida. Por que no final, somos todos exceção de alguma realidade.

Se você conhece alguém que conhece algum autista, ou se você gostaria de saber sobre como se relacionar da melhor forma com um autista, dá uma espiada em ATYPICAL. São quatro temporadas, mas a primeira já é um prato cheio para aqueles que não gostam de séries muito longas.

Assista, se divirta, aprenda algo novo e atípico e comenta com a gente o que achou.

Guia Ponto Novo
Continue lendo mais notícias no site

www.guiapontonovo.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo conteúdo dos comentários é de responsabilidade de seus autores.

Não pretendemos limitar a sua expressão de ideias, contudo não use o espaço de comentários como palanque para proselitismo político, calunioso, ideológico, religioso, difamatório, para praticar ou difundir posturas racistas, xenófobas, propagar ódio ou atacar seus desafetos. caso aconteça poderá ser removido à discrição da gestão do site.

Post Bottom Ad

Condomínio Sol Lar Chácaras em Ponto Novo
Grupo JV Empreendimentos Pindobaçu