Economia: Dólar fecha abaixo de R$ 5 pela primeira vez em mais de um ano - Guia Ponto Novo

Ads

Clique Aqui e conheça nosso Guia Comercial

Economia: Dólar fecha abaixo de R$ 5 pela primeira vez em mais de um ano

Compartilhar
Fotografia de SERGIO MORAES/ REUTERS
O dólar fechou em queda nesta terça-feira (22/06), abaixo do patamar de R$ 5 pela primeira vez em mais de um ano, pressionado pela percepção de uma política monetária mais dura no Brasil e mais afrouxada nos Estados Unidos, combinação que pode atrair liquidez para o mercado doméstico.

A moeda norte-americana recuou 1,12%, cotada a R$ 4,9661. É o menor patamar de fechamento desde 10 de junho de 2020 (R$ 4,9334), data que também marca a última vez que o dólar fechou abaixo de R$ 5.

Já o Ibovespa fechou em queda de 0,38%.

Na segunda-feira, o dólar recuou 0,92%, a R$ 5,0222. Com o resultado desta terça, a moeda norte-americana passou a acumular queda de 4,94% no mês e de 4,26% no ano.

Cenário

Segundo a agência Reuters, a divisa brasileira esteve entre os melhores desempenhos globais nesta sessão, que contou ainda com fraqueza do dólar no exterior após declarações do presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos), Jerome Powell.

O dólar caiu aqui e no exterior à medida que o presidente do Fed destacou que a alta na inflação norte-americana é transitória. Com isso, Powell amenizou temores de que o Fed possa em breve reduzir estímulos e acalmou investidores ainda sob impacto da sinalização de alta de juros em 2023, um ano antes do previsto até então.

Na cena local, as operações foram influenciadas desde cedo pela indicação mais dura do Banco Central sobre a inflação, que veio acompanhada de sinalização de mais altas da Selic à frente, conforme a ata do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada nesta terça.

O encontro do Comitê ocorreu na semana passada, quando a taxa básica de juros foi elevada de 3,5% para 4,25% ao ano, o maior patamar em um ano e meio.

Com o tom do texto do Copom, o Credit Suisse elevou a 1 ponto percentual a expectativa de alta dos juros em agosto, ante 0,75 ponto do cenário anterior. O banco vê Selic de 7,25% ao fim de 2021 e de 2022.

Fonte: G1

Guia Ponto Novo
Continue lendo mais notícias no site

www.guiapontonovo.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo conteúdo dos comentários é de responsabilidade de seus autores.

Não pretendemos limitar a sua expressão de ideias, contudo não use o espaço de comentários como palanque para proselitismo político, calunioso, ideológico, religioso, difamatório, para praticar ou difundir posturas racistas, xenófobas, propagar ódio ou atacar seus desafetos. caso aconteça poderá ser removido à discrição da gestão do site.

Post Bottom Ad

Condomínio Sol Lar Chácaras em Ponto Novo
Grupo JV Empreendimentos Pindobaçu